Janeiro Branco: sua saúde mental merece cuidado de janeiro a janeiro

O primeiro passo para um ano tranquilo é manter uma mente saudável

Cuidar de sua saúde mental está nas suas metas de ano novo? Se não, nós do Eletros-Saúde estamos aqui para ressaltar a importância de falar sobre cuidados com a mente ao longo de todo o ano.

O Janeiro Branco surgiu em 2014 a partir da iniciativa de um grupo de psicólogos brasileiros, preocupados com os altos índices de cidadãos adoecendo a um ritmo alarmante por falta de cuidados psicológicos. A data visa conscientizar a população e promover a saúde mental, através da produção de materiais, palestras e o estímulo à autoavaliação das emoções.

Panorama da saúde mental no Brasil

Segundo dados da Organização Mundial da Saúde, no ano de 2019, cerca de 12 milhões de brasileiros estavam sofrendo de depressão e quase 20 milhões enfrentavam problemas de fobias, ansiedade, ataques de pânico e transtorno obsessivo-compulsivo

Em 2020, de 400 médicos entrevistados, 89,2% relataram o agravamento de quadros psíquicos e o aumento na busca por consultas durante o isolamento social.

Estes números nos mostram que o Janeiro Branco desempenha um papel fundamental ao colocar o assunto em evidência no dia a dia dos brasileiros, das empresas e instituições governamentais. Menosprezar doenças psiquiátricas contribui para que pessoas sofram em silêncio. O Eletros-Saúde acredita que transtornos emocionais devem ser discutidos mais abertamente, para que possam ser prevenidos e devidamente tratados.

Como abraçar esta causa?

De acordo com a Associação Psiquiátrica da América Latina, estes tipos de condições não têm idade, gênero, classe social ou cor. 
Além disso, o Ministério da Saúde reforça, em seu site, que assim como o corpo, a mente também precisa de cuidados. Existem algumas atividades diárias que podemos implementar no dia a dia para cuidar de ambos:

• Aproveitar agora a convivência de pessoas queridas;
• Praticar atividades físicas;
• Manter uma alimentação saudável;
• Reforçar laços de amizade e relacionamentos;
• Não ter vergonha de buscar ajuda de profissionais.

Estabeleça essas metas de ano novo! Busque psicólogos, psiquiatras e psicanalistas e cuide da sua saúde mental.


Fonte: Agência Brasil, Ministério da Saúde, Veja Saúde

Todos os direitos reservados © 2016.
Agência Nacional de Saúde Suplementar ANS - N° 31390-4