Entenda a importância da segunda opinião médica

04 de January de 2018 - 15:01

A segunda opinião é um programa interno do Eletros-Saúde que atende prioritariamente procedimentos relacionados à oncologia, cirurgias de coluna e ortopédicas, otorrinolaringológicas e oftalmológicas e algumas dermatológicas/plástica e consiste na avaliação do diagnóstico dos pacientes por médicos com qualificação técnica altamente especializada, contratados para emitirem um parecer técnico (segunda opinião), além da equipe de auditoria médica interna. A situação do paciente é reavaliada, assim como os procedimentos médicos solicitados, OPMES e exames realizados. A segunda opinião tem a função complementar para contribuir e tornar o diagnóstico mais assertivo, proporcionando mais segurança para o paciente.

Esta ação assegura que os nossos beneficiários estejam recebendo tratamentos adequados e evita gastos desnecessários com a realização de procedimentos oncológicos, cirurgias de coluna, ortopedia, cirurgias plásticas, otorrinolaringologia, oftalmologia e demais procedimentos de alto custo.

Desta forma, tentamos evitar que ocorram fraudes, uma vez que outro especialista irá confirmar a necessidade de realização dos procedimentos. Além disso, o próprio beneficiário pode e deve buscar a opinião de outro especialista quando se deparar com um caso grave. Esta ação não só gera economia para o Plano (redução da sinistralidade), mas principalmente assegura que o beneficiário não terá sua saúde prejudicada e menos impacto nas suas mensalidades futuras.

 

Autorização Prévia

Ao receber um pedido de cirurgia eletiva, principalmente aquelas que envolvem OPMEs, o Eletros-Saúde solicita um prazo de 10 dias úteis para analisar o pedido. Uma vez aprovado o procedimento, e ainda dentro deste prazo, é feita uma cotação com base na especificação do material requisitado pelo médico com, no mínimo, três fornecedores também indicados por ele, conforme determina o CFM (Conselho Federal de Medicina), e o material mais adequado dentro das especificações definidas pelo médico solicitante e com custo negociado é adquirido.

Muitas vezes, os beneficiários exercem pressão para que as aprovações ocorram em um prazo curtíssimo, às vezes um ou dois dias úteis, e este tempo geralmente não é suficiente para realização desta análise detalhada e de uma negociação adequada.

 

Essa segurança é para você!

Reforçamos que todas as situações mencionadas acima serão encaminhadas para a segunda opinião médica especializada e que os casos que não estiverem  aderentes às DUTs (Diretrizes de Utilização da Agência Nacional de Saúde Suplementar) não serão autorizados. 

Nos casos de tratamento oncológico (quimioterapia e radioterapia), juntamente com a solicitação de autorização prévia, o beneficiário ou credenciado deverá encaminhar a solicitação em formulário específico disponibilizado pelo Eletros-Saúde com a descrição da situação clínica do paciente, com todos os dados que o médico considerar relevantes para a avaliação da segunda opinião especializada em Oncologia.

Estas medidas visam garantir a boa gestão do plano de saúde e respalda seus beneficiários as boas práticas da medicina baseada em evidências. Em caso de dúvidas, envie um e-mail para a Central de Relacionamento do Eletros-Saúde - atendimento@eletrossaude.com.br.

Todos os direitos reservados © 2016.
Agência Nacional de Saúde Suplementar ANS - N° 31390-4