6 de junho - Dia Nacional do Teste do Pezinho

07 de junho de 2021 - 14:29

No dia 06 de junho é comemorado o Dia Nacional do Teste do Pezinho e apenas algumas gotinhas de sangue podem fazer toda diferença para a saúde do bebê! 

Fácil, rápido de ser realizado e de grande importância, o teste do pezinho tem como objetivo diagnosticar precocemente doenças graves que podem ter complicações futuras. Deve ser realizado entre o terceiro e, no máximo, quinto dia após o nascimento do bebê.

No último dia 26 de Maio, a sanção da Lei nº 14.154 ampliou para 50 o número de doenças detectadas pelo teste do pezinho.

Feito por meio de gotas de sangue coletadas dos pés de recém-nascidos, atualmente abrange apenas seis doenças, que são: fenilcetonúria, hipotireoidismo congênito, síndromes falciformes, fibrose cística, hiperplasia adrenal congênita e deficiência de biotinidase.

Com a nova lei, o exame passará a englobar 14 grupos de doenças e acontecerá gradativamente, em etapas, monitorada pelo Ministério da Saúde, que irá implementar prazos para cada uma delas.

Está prevista a inclusão de doenças relacionadas ao excesso de fenilalanina; patologias relacionadas à hemoglobina; e toxoplasmose congênita na primeira etapa da ampliação do teste.

Em uma segunda etapa, serão detectados: nível elevado de galactose no sangue; aminoacidopatias; distúrbio do ciclo de ureia; e distúrbios de betaoxidação de ácidos graxos.

Para a terceira etapa, serão incluídas no Teste do Pezinho oferecido pelo SUS doenças que afetam o funcionamento celular, e, na quarta etapa, problemas genéticos no sistema imunológico.

A partir da quinta etapa será testada também a atrofia muscular espinhal. Essas mudanças entram em vigor 365 dias após a publicação da lei.

Lembre-se: além da coleta do sangue, é imprescindível cobrar a liberação rápida dos resultados por escrito, eles podem ser fundamentais para evitar complicações mais sérias.

Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no site. Ao utilizar o www.eletrossaude.com.br você estará de acordo com os critérios de monitoramento dos cookies. Para ter mais informações como isso é feito, acesse a Política de Privacidade. Se você concorda, clique em ACEITO.

Todos os direitos reservados © 2016.
Agência Nacional de Saúde Suplementar ANS - N° 31390-4