Diabetes: Entender para aprender a controlar e a conviver

O diabetes é uma doença crônica que afeta cerca de 16 milhões de pessoas no Brasil. De acordo com a Sociedade Brasileira de Diabetes, apenas metade delas possui um diagnóstico correto e realiza acompanhamento médico para controlar a doença.

Manter uma rotina saudável e ter suporte médico faz toda a diferença.

O que é diabetes?

O diabetes é uma doença crônica caracterizada pela impossibilidade do pâncreas de produzir ou utilizar adequadamente a insulina – hormônio que controla a quantidade de glicose no sangue.

Apesar de existirem diversas causas e tipos de diabetes, a obesidade é um dos fatores mais expressivos para sua manifestação, uma vez que o acúmulo de gordura na região abdominal favorece o desenvolvimento de resistência à ação da insulina.

A deficiência desse hormônio faz com que as taxas de glicose no sangue aumentem, causando hiperglicemia e, em alguns casos, culminando em danos graves à diversos órgãos do corpo, podendo, inclusive, levar à morte. Por ingerirmos glicose diariamente, identificar a diabetes e o seu tipo é fundamental para realizar o tratamento adequado e evitar complicações.

Tipos de diabetes        

Tipo 1: Quando o pâncreas não produz insulina

Comum entre crianças e adolescentes, mas também pode se manifestar em adultos. Este tipo de diabetes não tem relação com o ganho de peso e seu tratamento é feito com doses de insulina e controle da alimentação, além de exercícios físicos. ·        

Tipo 2: Quando a insulina produzida é insuficiente ou não age de forma adequada

Este é o tipo mais comum de diabetes e é mais frequente em adultos acima de 40 anos de idade e pessoas com histórico familiar da doença. Este tipo está diretamente relacionado à obesidade e vem atingindo, cada vez mais, os jovens e as crianças. Seu tratamento requer, além de mudança de vida, alguns medicamentos para controlar a doença. 

Gestacional: Quando a doença se manifesta durante a gravidez

Este tipo de diabetes se manifesta durante a gestação, quando a presença da glicose no sangue se mostra muito elevada. Geralmente, as taxas de glicose voltam ao normal logo após o parto. No entanto, essas mulheres e seus bebês são mais suscetíveis a desenvolverem diabetes tipo 2 em algum momento da vida.

Alguns sintomas:

  • Fraqueza
  • Visão embaçada
  • Fome frequente
  • Dificuldade para cicatrização
  • Náusea e vômito
  • Sede constante
  • Vontade de urinar diversas vezes ao dia
  • Perda de peso 

Como se prevenir?

Além de consultar-se regularmente com um médico, a melhor dica para se prevenir do diabetes é desenvolver hábitos mais saudáveis.

Estas dicas valem para todas as idades:

  • Ingerir mais frutas, verduras e legumes em todas as refeições diárias;
  • Reduzir o consumo de álcool, açúcar, sal e gorduras em geral;
  • Praticar exercícios físicos regularmente;
  • Parar de fumar;

Cuide-se! Junte-se ao Eletros-Saúde no combate ao Diabetes.

Fontes: Sociedade Brasileira de Diabetes e Saúde Brasil

Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no site. Ao utilizar o www.eletrossaude.com.br você estará de acordo com os critérios de monitoramento dos cookies. Para ter mais informações como isso é feito, acesse a Política de Privacidade. Se você concorda, clique em ACEITO.

Todos os direitos reservados © 2016.
Agência Nacional de Saúde Suplementar ANS - N° 31390-4